Pesquisar

Capixabas vão gastar, em média, R$ 340 com presentes no Dia das Crianças

Gastos serão maiores este ano e, em todo o país, a data deve movimentar quase R$ 19 bilhões no varejo, aponta pesquisa CNDL/SPC Brasil

O Dia das Crianças deve aquecer as vendas em todo o país nas próximas semanas com os consumidores dispostos a dar presentes mais caros este ano. Entre os capixabas, as principais escolhas para a data serão roupas, bonecas e jogos, com gasto médio de R$ 340 (um aumento de R$ 100 em relação a 2022).

“A data representa a última festa comemorativa antes do Natal e, por isso, dá ao mercado de consumo as primeiras impressões de como será o desempenho das vendas no final do ano. Existe sempre uma expectativa por parte do comércio em relação ao Dia das Crianças, uma vez que a data sinaliza tendências dos consumidores e preferências de compras. O aumento no tíquete-médio dos presentes traz uma expectativa positiva para o setor”, explica o presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Vitória, Rogério Abranches Alcântara.

Em todo o Brasil, a data deve movimentar R$ 19 bilhões no comércio, estima pesquisa realizada pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), em parceria com a Offerwise. De acordo com o levantamento, 73% dos consumidores pretendem comprar algum presente para o Dia das Crianças.

Segundo os entrevistados, os principais motivos para gastar mais são: comprar um presente melhor, comprar mais presentes ou o aumento do preço dos produtos. Além disso, a maioria pagará os produtos à vista (78%), principalmente com PIX, dinheiro e cartão de débito.

O presidente da CNDL, José César da Costa, destaca a importância de o consumidor tentar priorizar o pagamento à vista “As famílias brasileiras ainda estão muito endividadas, portanto o momento pede cautela nas compras para não atrapalhar o orçamento mensal. As crianças aguardam ansiosas pela data, mas é importante manter os gastos dentro das possibilidades financeiras das famílias”, afirma.

Os principais locais de compra dos presentes estão concentrados nas lojas físicas (81%), principalmente em shoppings centers (37%), lojas de departamento (24%) e em lojas de rua/bairro (23%). Entre aqueles que farão as compras pela internet, 77% devem utilizar os sites, os demais os aplicativos e o Instagram.

Os fatores que mais influenciam na escolha do estabelecimento que pretendem comprar são: preço, promoções e descontos, qualidade dos produtos, diversidade dos produtos e pelo frete grátis, respectivamente.

Bares e restaurantes e de lazer para comemorar o Dia das Crianças

Além do comércio, o Dia das Crianças deve movimentar outros setores, como o de bares e restaurantes e de lazer. Nove em cada dez consumidores planejam comemorar a data, sendo que a maioria (60%) o fará em casa, seja na própria residência, na de parentes, avós ou amigos. Já 32% farão algum tipo de passeio, seja em parque de diversão, eventos públicos, almoçar fora, cinema ou viagens.

Compartilhe 👍

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba os nossos informativos

Obtenha o melhor artigos que irão impulsionar o seu negócio, esteja atualizado toda a semana. Cancele a qualquer momento.